quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Novas da pequena, e de como ela está um tagarela daquelas

- Tou canxada!
- Xenta aqui beira da S. a binca.
- Olha o jejus (cada vez que vê um presépio).
- Olha o panatau. O panatau tas penda a S. Patau é mau (bom, escusado será dizer que nem o facto de lhe dar prendas faz com ela goste dele...)

Ela a cair para o lado de sono:
 - Piolho, estás como sono
 - Não!
 - Vamos lá dormir.
 - Não! A S. a brincar à xala. (quer ir brincar para a sala, bem longe do quarto!!!!Toma lá que já almoçaste!)

As birras

Andamos em fase de birras, e a miúda nem 2 anos tem! Oh meu Deus! Ninguém merece! 
Birra porque não se quer ir vestir, birra para lavar a cara, birra porque quer ver fotos, birra para parar de brincar, birra para sair de casa, birra para sair do elevador, birra para apertar o cinto de segurança, birra para sair do carro. Qualquer coisa é justificação para chorar e largar as suas lágrimas de "crocodilo" e fazer aquele beicinho típico! Deus me dê paciência e resistência para levar isto na desportiva!

E, como sempre, a Magda do Mum´s the boss, dá umas boas dicas de como lidarmos com esta fase! Achei tão adequado ao que estamos a viver lá em casa que partilho aqui. No Eu, mãe um texto sobre este assunto: http://eumae.pt/pt/post/filhos/consultorio.de.parentalidade...os.terrible.two

domingo, 14 de dezembro de 2014

Enquanto outros passeiam

Ele toma conta da miúda e eu trabalho intensamente ao computador. Ainda por cima ela hoje recusa-se a dormir a sesta! O raio da miúda... não sabemos o que lhe fazer. Tenho pena dele porque ela está simplesmente eléctrica. Se ao menos o café me pusesse no estado que ela está sem café... 
Para ajudar à festa a dói-me a garganta. Ainda bem que isso não perturba a minha capacidade de teclar furiosamente. Haja energia.

Enquanto nós estamos em modo semi-enclausurado, vejo no facebook e Instagram as famílias a passearem e "serem felizes", a verem luzinhas de natal e a lanchar em esplanadas ao ar livre (e eu a pensar que estava um frio enorme...), as crianças a correr e a brincar e fico com pena de não andarmos também ao ar livre. Mas o meu trabalho, a memória ainda muito presente de todas as vezes que ela esteve doente no ano passado, mais a tosse horrível com que ela está, demovem-me de grandes passeios nestes domingos de sol de inverno. Vamos ver se para o ano me atrevo. Este ano quer-me parecer que não vai ser uma realidade.

Ai, nem no wc!

Porta fechada com ela a bater à porta:
 - Mamããããã, já está?

Coisas boas

Saio durante 30 minutos para fazer umas compras simples. Chego a casa e ela vem a correr e abraçar-me como se não me visse há 2 dias. Coisa boa da mãe!

Novas da pequena

Fazer uma torre de legos
- oia, togue gande! Oia mamã, oia papá! 
E logo de seguida, dá-lhe um toque "discreto" e diz: oh caiu!!!
 Ri-se que nem uma perdida e volta a montar a torre! 

E anda pela casa a dizer
- oh mamããã, oh mamããã ãã, mamããããããã, olá! 

E pronto vai ser um domingo passado em casa a recolher pérolas! 

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Mais pérolas da minha filha

A ver o meu álbum de grávida:
 - a mamã a baguiga a cheia!

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

O cansaço e o stress

Ando com um stress desmesurado. Mas um stress não produtivo que me faz procrastinar e não trabalhar o que devia! E quanto mais atrasada parece que pior fico... Não sei como me acalmar e a verdade é que nem tenho tempo para me coçar. Não gosto de me sentir assim. Não gosto mesmo! E não gosto de me queixar, pronto.

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Coisas engraçadas, ou nem por isso!

Quando a pequena se lembra que quer a chave de casa e quer ser ela a abrir a porta. Até poderia ter piada e "ah que giro que despachada". Mas quando vimos com 4 sacos em cima, mais uma carteira, mais uma pasta de documentos e ela quer colo para chegar à fechadura, a luz do hall sempre a apagar porque ela demora tanto tempo a conseguir acertar com a fechadura que não há temporizador que aguente, mais o facto de ela colocar os dedos em cima da chave e não conseguir introduzi-la completamente nem rodá-la e, se tentamos "ajudar" ainda apanhamos com uma crise de birra, ao mesmo tempo que ela esperneia e nós seguramos nos sacos todos, já não tem tanta piada assim!!!

Ideias originais

A escola da pequenita teve uma ideia mesmo gira para este Natal! 

Foi atribuído a cada menino um amigo secreto. Durante esta semana é suposto levar "surpresas" para o amigo secreto. As surpresas não têm de ser algo material, comprado, mas sim algo que a outra criança também goste: um brinquedo que já não usa, um doce, uma frase escrita, um cromo, etc. Adorei a ideia. Principalmente porque nas recomendações aos pais vinha a descrever como incentivar a criança a dar e partilhar e ainda (importantíssimo!) que esta seria uma óptima oportunidade para ensiná-los a gerir a frustarão caso recebessem algo que não gostavam ou que fosse abaixo das expectativas criadas, salientando que o importante é dar e sentir-se grato pelo que receber. Adorei. Mesmo! É este o espirito que quero na minha filha! Cada vez mais acho que acertei em cheio no sítio onde a coloquei a aprender a viver.

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

A confusão que me faz!

Com este frio ver as crianças de meias pelo joelho! É só porque fica bem e não interessa nada que estejam a rapar frio,  ou têm crianças muito acaloradas???

Feriado a sério!

Eu a precisar de me sentar e trabalhar, ele a ressecar de saudades da bicicleta e ela que requer toda a atenção. Resultado? Ele foi andar de bicicleta, eu e ela fomos para a praia brincar e ainda levamos a avó connosco! E o meu trabalho? Mais uma vez em 2o plano! Não tarda tenho de deixar de dormir para ter as coisas prontas a horas! 

As pessoas que se queixam constantemente de falta de tempo

Cansam-me! Ai, cansam-me tanto...
Ah, que não tenho tempo para isto, ah que não tenho tempo para aquilo, ah que a minha vida é tão difícil. E nós olhamos para a nossa vida, trabalhamos o dobro das horas, temos o triplo dos prazos,  ganhamos menos, andamos (quase) sempre bem dispostos, e sim, não temos tempo para nada, mas pelo menos não nos estamos constantemente a queixar disso. Principalmente a pessoas, que sabemos, são muito mais ocupadas que nós! Diria eu que não é uma questão de falta de tempo. É (alguma) falta de organização e de agradecimento pela vida (de boa qualidade) que se tem.

domingo, 7 de dezembro de 2014

Querida filha, obrigada

Por teres dormido até às 9h30 na tua caminha! Quando acordei e vi que eram 9h nem queria acreditar! Domingo a começar já a alto nível! :)

sábado, 6 de dezembro de 2014

Deliciados com a papagaia!

Ela fala e fala! Agora são frases quase completas com 4 e 5 palavras seguidas, apesar de muitas vezes só usar 1 ou2. E nós babamos, porque adoramos ouvi-la, porque somos pais de primeira viagem e tudo é um espetáculo para nós!   

- qué pão com tantega (manteiga)
- bebé ta domi
- papá, oia, bebé a domi! (Enquanto embala a boneca)
- a tupeta ta nadai (a chupeta está a nadar) - durante o banho.
- wivo caputino vemelo, obo mau (livro do capuchinho vermelho e lobo mau)
- webe e taitauga (lebre e tartaruga)

Eu depois de ela ter dito um conjunto de palavras que não entendi: que estás a dizer?
Ela: gles 
Eu: inglês?
Ela: chim 

Enfim, é isto! 

A minha papagaia

Eu: attchimm
Ela: chantinho

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

E sabes que vale a pena

Ontem sentou-se no meu colo, olhou-me com ar meigo, levantou o meu queixo e disse docemente:
- mamã, oia paia mim. Paque? xim? 
Enquanto abanava com a cabeça e me segurava na face.  ( como quem diz: queres ir ao parque? Sim?) 

Olhei para ela e sorri. Estava a imitar-me. É assim que lhe prendo a atenção e falo com ela. Olho-a nos olhos, digo-lhe que a amo e falo docemente, mesmo quando a seguir lhe digo que não lhe vou fazer a vontade e a contrario.

O melhor do meu dia

Chegar a casa e receber um abraço imenso da minha pequenita e ouvi-la a dizer "mamã!" Com um sorriso nos lábios. 

A televisão e os miúdos

Dei agora conta que ontem não ligamos a televisão enquanto ela esteve acordada. E é isto. Não é de propósito mas ela não liga muito e, estando o tempo bom fazemos outras actividades! Acordamos e brincamos em casa com legos e plasticina, depois fomos ao parque e jogar à bola. Depois ela adormeceu, acordou e almoçou e o tempo continuava bom. Ou aproveitávamos para sair enquanto estava sol, ou já não havia passeio durante a tarde. Optamos pela primeira hipótese! Mais parque, lanche com torrada e sumo de laranja natural e companhia da avó. Voltamos às 18h, tomou banho, pintou e fomos fazer a árvore de Natal. Depois jantamos e a seguir história e toca a dormir. E não houve tv o dia todo. Viu apenas uns 10 minutos de Caricas no tablet. E gosto mesmo de dias assim, sem tv e com muita brincadeira e ar livre!

Inicio de semana

Começo a semana a planear. Planear o dia e hoje, planear todo o mês de Dezembro. Pelo menos em linhas gerais. O tempo para cumprir os prazos dos meus projectos começa a apertar e tenho de me organizar, de delinear prioridades, definir estratégias, aprender a abdicar das coisas que mais gosto. Fazer isto a seguir a um fim de semana que foi tão bom, custa. Custa mas motiva ao mesmo tempo. Permite-me dizer à minha mente: tens sido sempre feliz e aproveitado o tempo da melhor maneira, agora chegou a hora de te barricares e aplicares-te a 100% naquilo que pode determinar o rumo da tua carreira. E eu quero ser boa no que faço. O Eu profissional é algo que também me preenche. Sou primeiro mãe e mulher e esposa, mas o Eu profissional está logo ali ao lado, não descurado e não em 3º plano. E equilibrar tudo isto nos pratos da balança não é fácil. E depois penso: são só mais 4 meses de esforço até à recta. Vá não desmoralizes.

domingo, 30 de novembro de 2014

Fazer a árvore de Natal com uma pirralhinha atrás!

É possível! Este domingo estávamos decididos que seria o dia de fazer a árvore de Natal, e nada nos demoveu!

Foi uma domingo excelente, com sol quentinho, muito passeio, jogar à bola, 2 ou 3 mudas de roupa da criança que estava constantemente a sujar-se e, quando viemos da voltinha da tarde, decidimos que estava na hora.

Comecei a cantar a música do "pinheirinho" que ela adorou, depois começamos a montar a árvore. Quando viu as bolas todas foi o êxtase!! Quis mexer em tudo, obviamente. Mas estivemos a ensina-la a colocar as bolas na árvore e a verdade é que ajudou! Ainda colocou umas 10, com uma pequena ajuda.

Só dizia: é o Natau, Natau. Mamã, canta múgica pineirino.

E lá começávamos nós novamente a música! Foi uma animação na realidade, sem stress nenhum e em 30-40 minutos tínhamos tudo pronto! Nunca pensei que com esta idade já desse para este tipo de actividade, mas foi mesmo excelente! :)

Pinterest


21 meses

Já vou atrasada no resumo dos 21 meses, mas tem passado tudo tão rápido que nem sei que diga!

Continua com o desenvolvimento no máximo! Fala pelos cotovelos e faz cada vez mais frases. O raciocínio lógico já se faz notar. Hoje perguntei-lhe, pela primeira vez, quem era o marido do mamã e ela respondeu: o papá! (Depois voltei a perguntar e ela respondeu o palhaço, pelo que foi risota global!!)

A plasticina continua a ser uma perdição, já tenta fazer bolas e minhocas, e gosta de espalmar a plasticina. 

Já sabe algumas cores: amarelo, vermelho, preto e branco. De vez em quando ainda as baralha. 

Gosta de pintar. Rabiscos, rectas e círculos mal feitos. Já percebe o conceito  de colorir uma imagem com bordos definidos. 

Adora contar. Conta os dedos, os bonecos e costuma acabar no 7 ou 8 (segam 5, 6, 10 objectos). Mas se forem 2, 3 ou 4, na maior parte das vezes, já consegue contar os objectos direito. 

Gosta de jogar à bola, e chuta a bola enquanto corre. E gosta muito de correr e andar no escorrega. 

Já ouve uma história até ao final, gosta bastante, mas está longe de adormecer com ela!!!!!!

Faz birras frequentes, mas que também passam rápido. 

Quer fazer TUDO sozinha. E a maior parte das birras é por causa disso. É muito bom promover a autonomia, mas ela está nesta fase em que quer sair da cadeirinha do carro sozinha, descer do carro sozinha, lavar os dentes, calçar, vestir, enfim... Tendo em conta que nem 2 anos tem, obviamente não consegue fazer nada disto e quando vamos ajudar fica toda chateada! 

Não é de muitos beijos e abraços. Continua a estranhar adultos desconhecidos e com estes nem abre a boca para dizer nada. 

Continua difícil de adormecer, e adormecer na cama dela é missão quase impossível. Mas anda a dormir a noite toda!

Para o próximo mês há mais, ou antes se me lembrar de algo.

sábado, 29 de novembro de 2014

Prendas de Natal

Uma manhã + a minha filha + a minha mãe = a todas as prendas compradas! Falta só a prenda da minha mãe, que não podia comprar com ela. Chama-se eficiência e pouca gente no shopping. 

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Hoje já não senti alívio..

Hoje cheguei a casa e ela já dormia. 2 dias seguidos. A loucura da minha vida que nunca mais muda... Sinto saudades dela. Ontem soube-me bem jantar a horas decentes (antes das 22h) e ir dormir cedo. Mas um dia chega. Estive com ela de manhã e levei-a à escola, como sempre faço, mas precisava estar com ela à noite para acalmar a minha mente de mãe com peso na consciência por ter carreira que a impede de estar em casa antes das 19h-20h...

Vai começar..

Primeira coisa que a minha filha me disse hoje de manhã:

- ouvido dói. - enquanto tinha um dedo enfiado no ouvido. 

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Quando o cansaço toma conta de nós

Sentimos coisas deprimentes como ficar feliz por a pequena já estar a dormir quando cheguei a casa pensando que finalmente vou para a cama cedo...
E depois ficar com peso na consciência por sentir isto...

A minha filha aquece-me o coração!

Ontem fui buscá-la ao infantário e ouço-a lá dentro:
Pequenita - o papá?
Educadora - não, não é o papá.
Pequenita - o papá ta taiar (trabalhar)
Educadora - pois está. 

E depois viu-me e correu de braços abertos a dizer 'mamãaaaa' a abraçar-me bem forte. 

Tão bom este meu balão de oxigénio...

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Das amizades e da sinceridade

Olhar para o meu telemóvel e ver a seguinte mensagem

"esqueceste-te de que dia é hoje... beijinhos"

Como me fui esquecer deste aniversário? Combinamos que sempre que uma de nós se esquecesse a outra não poderia deixar acabar o dia sem avisar! E pronto. É isto.

As manhãs começam sempre bem (not!)

Coisa glamourosa esta da maternidade! A minha filha acorda TODOS os dias a chorar. TODOS! Hoje não foi excepção!

- filha a mãe está aqui, o que foi?
- teite! Queio teite! 

E é isto! 

domingo, 23 de novembro de 2014

Saudades?

Vinha ca dizer que tenho tido saudades de escrever, mas na realidade não sei se são saudades... tenho sentido falta de partilhar, mas bloqueio sempre que abro as "novas mensagens". O tempo disponível é tão pouco que nem para escrever qualquer coisinha tem dado. Quando tenho um pouco de tempo estou simplesmente demasiado exausta. Andamos felizes, eu stressada com o excesso de trabalho e falta de tempo, mas felizes em família. Sei que isto só melhora a partir de Abril. Até lá andamos assim: aos soluços.