terça-feira, 26 de julho de 2016

Consulta na pediatra: o peso e as férias

A rapariga parece que come cerelac em vez de leitinho da mama, uma vez que numa semana aumentou mais 200g, por isso já está com quase 5200g! A verdade é que ela mama muitas vezes ao dia e, segundo a pediatra, poderá agravar este padrão quando formos de férias para o Algarve.

Por falar em Algarve, ela não vê qualquer problema em a pequena ir à praia, desde que se respeitem os horários mais saudáveis, a proteja do sol e mesmo assim coloque protector solar mineral. Fiquei contente com esta visão da médica pois, apesar de sabermos os cuidados a ter, não ia deixar de ir de férias se ela não concordasse. As férias estão marcadas há muito, com consciência de que teremos limitações por causa da bebé, mas de forma a proporcionar à família descanso e diversão à mana mais velha. Mais uma vez a minha mãe e os meus sogros vão connosco, sendo que eles ficam 1 semana e nós 10 dias. É verdade que por vezes dá vontade de fazermos tudo sozinhos e viver esta família linda que temos, mas os nossos pais são boa companhia, ajudam e, se não forem connosco, sabemos que acabam por não fazer férias deste género sozinhos. Como vamos para um hotel, com refeições incluídas, todos descansam dos afazeres domésticos e cada um tem a privacidade do seu espaço quando lhe apetecer. Temo-nos entendido bem nos últimos anos e eu e o meu marido aproveitamos para passear junto ao mar sem crianças, dar as mãos, conversar e ler um livro porque há sempre um avô disponível para dar apoio com as crianças. Aliás eles até pedem para nós irmos dar uma volta de forma a "monopolizarem" a atenção da mais velha! É muito giro de ver. Depois temos os 3 dias a solo os 4 para também termos o gostinho das nossas meninas só para nós! Falta 1 mês! Ah coisa boa! 

segunda-feira, 25 de julho de 2016

10a semana pós parto

Neste momento falta-me perder 1kg para o meu peso prévio! O problema é mesmo a barriga que, claramente ainda requer muito trabalho e que faz parecer que tenho mais pneus que o que realmente tenho. Sei que vai ser uma luta ao longo do tempo, mas hei-de chegar lá. Depois de perder mais este kg, só (?) me faltam 2-3kg para o meu peso ideal, enquanto tonifico o corpo sempre que posso! 

Planos furados? Planos alterados!

A mais velha ontem à tarde fez um pico de febre, por isso hoje achamos melhor ficar por casa a vigiar. Acordou bem disposta, sem febre, a pedir para ficar comigo. Depois de nos arranjarmos fomos passear junto ao mar a aproveitar um dia maravilhoso, com uma brisa que refrescava de forma agradável o calor que se fazia sentir. Achei eu que hoje não haveria descanso para mim, mas enganei-me redondamente! Almoçamos na minha mãe e enquanto via uns desenhos na tv, logo a seguir ao almoço, adormeceu. A mais nova adormeceu ao mesmo tempo! Ora, há que aproveitar estes timings! Apetecia-me refastelar-me mas optei por rumar a casa com a mais nova e fazer mais uma sessão de exercício, que hoje já dava por impossível! E cá estou eu, a terminar 45 min de exercício, toda contente e descansada (que é como quem diz com a cabeça revigorada!). No meio disto tudo o mais importante é mesmo que as miúdas estão bem e a febre da mais velha foi qualquer coisinha passageira! 

domingo, 24 de julho de 2016

Vantagens de ter um espaço exterior

Desde que mudamos para esta casa que sentimos que aproveitamos muito mais em família e conseguimos gerir melhor ter filhos e não nos sentirmos presos. Neste momento com a bebé estamos um pouco limitados nas nossas andanças, mas ter um espaço exterior na casa tem feito toda a diferença! Hoje, com um dia de tanto calor, optámos por passar a manhã em casa em actividades domésticas! 

A mais velha está na piscina que montamos


A mais nova dorme à sombra enquanto eu apanho e estendo roupa 

E assim conseguimos estar todos entretidos, sentimos que estamos a aproveitar o bom tempo ao ar livre e não nos sentimos limitados só porque temos crianças pequenas. 

Quando é possível utilizámos um espaço que muito apreciamos 





Os 2 meses

Trazem coisas boas como os sorrisos! É tão bom ver o sorriso desdentado que faz quando falamos com ela ou fazemos uma gracinha! Já volta a cabeça e procura quando ouve a minha voz e, se esta com fome e no colo de outra pessoa e eu me aproximo, e afasto novamente, desata a chorar. E cai-me a ficha : este ser pequenino já me conhece tão bem... Sente o meu toque e o meu cheiro e reage aos mesmos, e foi isso que andamos a construir durante este período. 

Outra coisa que já acontece é reagir à voz da mana mesmo que não a veja. 

Estamos a construir a nossa família e isso é bom. Muito bom! 

sexta-feira, 22 de julho de 2016

E há dias assim

A miúda adormece, eu faço as camas, acabo de estender uma roupa, preparo-me para 30 minutos de exercícios funcionais e, passados 5 minutos de começar, ela acorda! Importante é não ficar frustrada, perceber que se hoje não cumprir o meu plano, amanhã ou domingo faço. Trocar o dia de folga para hoje. Com um bebé pequeno temos de nos adaptar. 

quinta-feira, 21 de julho de 2016

Miúda a fazer a sesta


Mãe a exercitar!
(Desculpem a foto tremida, mas não podia parar os meus 40 minutos de cardio!)



O apetite é tramado!

Engraçado que nos primeiros tempos depois de ter a bebé não senti excesso de apetite como é costume, mas sim muita sede. Com o passar das semanas a coisa tem-se invertido: muita fome e pouca sede, apesar do calor. Ora isto tem dificultado um pouco a perda de peso pois há dias que claramente como mais que o necessário, e tenho perfeita noção disso! E como se gere esta situação? Tento só ter comida saudável em casa (até porque asneiras dão direito a noite terrível de cólicas!), obrigo-me a beber, não entro em grandes cortes (a amamentação não pode ser prejudicada!!) e tento não dar grandes facadas. Mas mesmo assim há dias que parece que passo o dia todo com fome por mais que coma! 

quarta-feira, 20 de julho de 2016

9 semanas pós parto

Nesta semana não perdi peso nenhum, nem diminui nas minhas medidas, para muita pena minha. Apesar de ter feito exercício, este foi em menor quantidade e, em 2 dias, cometi muitas facadinhas na alimentação. É o que dá festas de aniversário com muito cansaço e pouco sono dormido à mistura. A verdade é que andando mais cansada torna-se muito mais complicado controlar a alimentação. A minha fome de hidratos de carbono triplica e o meu auto-controlo diminui significativamente. Para dificultar ainda mais, a falta de sono faz com que muitas vezes me custe ter iniciativa para me mexer muito (apesar de após o exercício por norma me sentir muito melhor que antes!). De qualquer forma, podendo faço alguma coisa, e tento, sempre que consigo, ser rigorosa na alimentação.

 Esta semana já fiz exercício ontem e hoje, pelo que apesar do cansaço não vamos mal. Aproveito as pequenas sestas da miúda e mexo-me: bicicleta fixa, exercícios funcionais. Não tem dado para correr nem ir ao ginásio por causa da necessidade constante da bebé em mamar. Basicamente não me posso ausentar!

Nisto da perda de peso e recuperação da forma pós parto há que ser perseverante e não desanimar por não conseguirmos fazer tudo o que queríamos ou ou resultados não aparecerem à velocidade que gostávamos.

Dias duros

Tal como eu esperava tendo em conta a minha primeira experiência, estes dias não têm sido fáceis. A minha bebé, tal como a mana, é super activa, pouco fã de sestas e sono nocturno, chorona q.b., dada a cólicas... Enfim. Tudo o que foi cansativo com a mana repete-se agora. Eu sei que mesmo assim é mais calma que a mana e sei que mais um mês e as coisas começam a melhorar, mas ultimamente tem sido bastante cansativo. São muitas noites acumuladas de mau dormir e cansaço, com uma bebé que depois durante o dia é muito exigente e que, às vezes, nem a passear na rua adormece. Aliás, se estiver acordada, por vezes chora tanto que parece que alguém a está a maltratar.   Têm-me válido a minha mãe que me vem dar uma mão sempre que preciso e está cá sempre na hora das cólicas que coincide com a hora de dar banho à mais velha e fazer o jantar. Claro que isto tem ajudado imenso! Mesmo assim.... O final do dia de ontem, por exemplo, foi uma tortura! A bebé chorou até à meia noite sempre a mamar desde a hora de almoço! 

Foco-me sempre no positivo por isso para terminar digo que os sorrisos e os barulhinhos dela são uma grande compensação de todo o cansaço! Tem um sorriso desdentado lindo! 


terça-feira, 19 de julho de 2016

Da amamentação

Quando fiquei grávida pela segunda vez sabia que uma das coisas que queria que corresse melhor era a amamentação. As coisas têm corrido bem e amamentar é prático, sempre disponível, barato, podemos alimentar o bebé em qualquer lugar e é muito bom para o bebé. Mas (há sempre um mas) tem alguns inconvenientes. Um dos inconvenientes (na minha opinião, claro) é nunca saber quanto é que o bebé ingeriu e se realmente ficou satisfeito. A minha filha, por exemplo, faz imensas vezes a gracinha de comer e passados 30min de terminar chorar pela "sobremesa". Isso faz com que eu tenha de andar sempre por perto e com a mama disponível. Quando juntando a isso temos tempo quente e um bebé que não pega em nenhum biberão, o resultado é dar de mamar de hora a hora! Hoje então foi um exagero! É que foi a tarde toda rigorosamente de hora a hora. Se ela pegasse no biberão eu sempre podia tirar o leite e não só ter noção de quanto bebeu mas também dar uma folga aos mamilos (e a mim também!) dando o meu leite no biberão! Não sendo isso possível aqui esta mãe passou a tarde de mamas de fora! 

segunda-feira, 18 de julho de 2016

Consulta dos 2 meses: estou a criar um leitão!

Eu já suspeitava, mas hoje confirmei: a rapariga aumentou 1100g em um mês!! Tudo à custa do leite da mamã, e das 1500 mamadas diárias. Com 2 meses tem 5kg (menos umas gramas). 

A parte chata foram as 3 vacinas que a deixaram aborrecida. Faz parte. 

domingo, 10 de julho de 2016

Dormir é um privilégio!

Depois da agressiva sessão de cólicas de ontem em que não dormiu nada o dia todo, crashou (literalmente) às 22h e dormiu seguido até às 4h30! Eu dormi mais de 5h seguidas e sinto-me revigorada!! Depois de 2 dias sem exercitar, hoje vou-me vingar!! Bom domingo e que vença Portugal!!

sábado, 9 de julho de 2016

Não tudo são rosas

Hoje foi um dia muito difícil nisto da maternidade. Fiquei sozinha com as duas porque o marido foi trabalhar. A manhã, apesar de ter começado cedo, até correu bem, comigo a levá-las ao parque e à feira a comprar legumes e fruta. Ainda tivemos tempo para lanchar numa esplanada e, mesmo assim, chegamos a casa às 10 30, com a mais nova a dormir. 

A partir daqui foi sempre a  decair!! A mais velha sempre a fazer asneiras e a testar a minha paciência (e claramente a tentar chamar a minha atenção da pior forma possível e eu exausta!) e a mais nova esteve aos berros basicamente a tarde toda (aparentemente cólicas!). 

Valeram-me os meus sogros que estiveram cá à tarde e distrairam a mais velha, pois a mais nova só parava no meu colo ou na mama! Senti-me incompetente por não consegui  estar com a mais velha e manter a calma necessária nem acalmar a mais nova por tempo suficiente!

sexta-feira, 8 de julho de 2016

Saber ouvir o nosso corpo

Apesar de dormir pouco durante a noite, durante o dia (à custa de dois cafés) sinto-me sempre até bastante energética, faço 1000 coisas, só me sento para dar de mamar e quando vou a uma esplanada, faço exercício quase diariamente (ou sempre que posso, raramente mais que 40minutos). No entanto há dias que o corpo fala e diz-te que tens de parar um pouco. Ainda com menos de 8 semanas pós parto o meu corpo tem-se portado muito bem em termos de resistência física e a energia mental tem sido mais que muita, mas hoje estou verdadeiramente "toda rota!". Uma noite tão ou mais cansativa que o normal, mais sono que o costume, e o corpo pede-me para parar. E hoje, enquanto ela dorme, sento-me no meu sofá a escrever estas palavras e a reflectir sobre alguns aspectos da minha vida que quero mudar, nomeadamente a minha ligação ao mundo digital. 

Parece (ou é mesmo!) contraproducente eu estar a reflectir sobre o mundo digital e, ao mesmo tempo, estar a escrever no blogue. Apesar de não escrever muito, sinto que tenho usado mais o telemóvel do que aquilo que para mim é aceitável e isso acontece maioritariamente quando estou mais cansada (que ultimamente é o prato do dia!). Não gosto disto assim... Da minha vontade de entrar demasiadas vezes ao longo do dia nas redes sociais mesmo sabendo que não haverá nada de novo. Pior, tenho alguns projectos pendentes que quero desencravar e perco tempo precioso com coisas inúteis. Nomeadamente quero fazer 2 álbuns de fotos e não tenho "conseguido". Mas parece que a minha capacidade de fazer coisas que me obrigam a pensar estar bastante reduzida. Espero que ao chegar aos 2 meses da bebé as noites melhorem e como tal eu recupere o meu cérebro e tome algumas rédeas destas coisas que quero mesmo fazer! para já, o único projecto que tenho levado mais ou menos certo, tem sido o da alimentação saudável e o exercício físico. Valha-me ao menos isso que sempre aumenta a minha auto-estima! 

quinta-feira, 7 de julho de 2016

Contingências de quem tem filhos pequenos

A mais velha ficou com febre e por isso está desde ontem em casa. Hoje está melhor e já viemos passear um pouco, pois ficar em casa todo o dia com as 2 é mesmo muito cansativo! É acudir a mais nova, e depois a mais velha, é evitar que a mais velha, ainda ranhosa, se esfregue na mais nova, birras de sono e mimo, enfim... Fico cansada ao fim de pouco tempo! 

Como hoje está um dia fantástico de praia trouxe a mais velha a brincar na areia. A questão é que com uma bebé de menos de 2 meses, quase sem vacinas, que não tenho coragem de a levar para a areia (apesar de já ter um abrigo próprio comprado na decatlon!), estamos limitadas! Assim muito agradeço à minha mãe que me acompanha! Uma na esplanada com a bebé e outra na praia com a mais velha. Estamos as 4 felizes! (Claro que eu preferia que estivéssemos as 4 na areia, mas pronto...)

Em Agosto a bebé já vai fazer praia pois vamos para o Algarve... A partir de que idade levam os vossos bebés? E que cuidados têm? 

terça-feira, 5 de julho de 2016

Não dá para aguentar!

Depois de um fim de tarde com muito choro, uma noite  com muitos despertares. A comer a cada 1h 30 e a demorar quase 1h para readormecer. 7 semanas e continuamos assim.  Na maioria dos dias faço bem algum exercício mas hoje acho que não vai dar. 

segunda-feira, 4 de julho de 2016

Domingo fantástico!

Nunca pensei que com uma bebé tão pequena conseguisse aproveitar tanto! 
Foi um dia de piscina em cheio, com a mais nova a fazer sestas boas que me permitiram uns mergulhos e um bom  pedaço a apanhar sol e a mais velha completamente excitada com a atenção dos pais e as mil brincadeiras dentro e fora de água. Aproveitar o apoio dos avós e dar-nos tempo para descansar e conseguir estar, tranquilamente, em família tem sido realmente a nossa melhor opção!  Descansamos, divertimo-nos e conversarmos muito. 

Quando chegámos a casa a mais velha adormeceu profundamente e mais nova decidiu ser solidária e esteve sem cólicas a dormir! Enquanto o marido via futebol eu ainda cumpri o meu plano de treino diário, e depois jantámos a dois com  toda a calma o que deu ainda um sabor mais doce a este dia. 

Tirámos poucas fotos porque estava mais preocupada em viver o momento e ser feliz.

Estamos realmente com as baterias recarregadas para esta semana! 

sexta-feira, 1 de julho de 2016

Planos

O fim de semana ainda não começou e nós já temos os dias programados! Coisas simples mas que nos permitem aproveitar estes dias em família e a mais velha divertir-se mantendo os ritmos da mais nova. Uma coisa é certa: no domingo vamos relaxar para a praia e piscina! Estou desejosa de estarmos os 3 mergulhados e a mais nova confortável perto de nós. Para já programas fora de casa ainda não são o mais viável pelo que estamos a apostar em aproveitar o verão aqui perto de casa e, quando a mais nova estiver mais previsível de mamadas e sonos, começar a passear e visitar coisas e sítios novos! 

A chegar às 7 semanas pós parto

E neste momento restam-me 2-2,5 kg para chegar ao peso pré parto. Tenho feito algum exercício quase diariamente e vou alternando no tipo de actividades conforme o que dá jeito à minha rotina (caminhada, bicicleta, natação, ginásio, e programa de fortalecimento muscular em casa). Normalmente não gasto muito mais que 30-45 minutos. 

Claro que, tal como já disse, tenho tido muito cuidado com alimentação e não ingiro praticamente nenhum doce, zero chocolate, e o tipo de preparação das refeições é mais à base de grelhados e muita salada ou sopa a acompanhar. Em termos de hidrato de carbono como imensos principalmente na forma de fruta (e aqui vai uma grande dose de açúcar!) e pão (apesar de ser de centeio), que é o que me sabe melhor nesta altura do ano. Não sinto que em termos alimentares estou a fazer qualquer esforço porque ingiro alimentos que realmente gosto muito.  Ah e os iogurtes que adoro que me dão uma boa dose de proteína e cálcio ao longo do dia. 

E é isto: ainda não cheguei às 7 semanas e já faltam menos de 3 kg sem grande esforço pessoal, mas com alguma dedicação à causa. Estou satisfeita! Principalmente porque me começo a sentir que a minha condição física está a regressar aos poucos e tenho melhor resistência, mesmo muscular, o que ajuda nas actividades do dia a dia como tratar das meninas e fazer as tarefas domésticas.

quarta-feira, 29 de junho de 2016

Manter a sanidade mental!

Eu preciso de fazer exercício físico regular. Percebi a falta que me faz quando voltei a realizar exercício de forma regular antes de engravidar, como já aqui referi. Desde que tive a bebé que sinto uma necessidade urgente de voltar, como se disso dependesse a minha energia e boa disposição. Desde que tive o ok do médico que tenho tentado fazer qualquer coisa na maioria dos dias e, sem grande surpresa para mim, os dias em que consigo são os que me sinto melhor mesmo que tenha tido uma noitada daquelas. Perante esta evidência deixei de perder oportunidades de me mexer, tanto que terminei agora 20 minutos a nadar na piscina (obrigada mãe!) e de momento estou a secar ao sol: junto o útil ao agradável!

De manhã levo a mais velha a pé à escola juntamente com a mais nova na alcofa, depois continuo a caminhada até à beira mar, acabando por fazer uns 35-40 minutos de caminhada. É claro que não consigo ir a grande velocidade, mas já é qualquer coisa. De vez em quando faço bicicleta fixa em casa e agora iniciei um programa de exercícios em casa que faço em 30 minutos 3x por semana. Não sou obsessiva e há dias em que não consigo fazer mesmo nada, mas lá está, sempre que possível aproveito! 

terça-feira, 28 de junho de 2016

Dia mais calmo que ontem

Depois do péssimo final de tarde e noite de ontem, hoje optei por ficar mais por casa, não fui à piscina e estou a tentar relaxar e, principalmente, preparar-me para a noite que me espera. Nas sestas da bebé já arrumei umas gavetas de roupa e parte do armário e já tenho uma saca de roupa para dar. Estou desejosa de acabar de arrumar o resto do roupeiro e livrar-me do que já não gosto. É engraçado como fazer isto é terapêutico para mim! Sinto a sair um peso de cima de mim, espaço que se encontra ao eliminar o que estava lá a mais... Faz-me sentir mais livre e adoro ver armários bem arrumados!

Cansativo!

Depois de mais de uma hora com ela aos berros eis que esta noite decide comer a cada 2h ou menos! Estou Exausta! 

segunda-feira, 27 de junho de 2016

Dia duro (ou não)

Ontem não tiramos fotos mas hoje, sozinha, não escapou! 

Sobremesa/lanche bom e saudável: mousse de fruta

Esta mousse fi-la pela primeira vez há pouco tempo, mas cá por casa ficámos fãs. Para além de ser uma forma de comer fruta, e bastante nutritiva, com gordura boa vinda do abacate, é deliciosa! Normalmente faço só com morangos, mas como hoje tinha poucos também coloquei pêssego, daí a cor pouco intensa! Admito que com mais morangos fica mais bonita, apesar de esta estar igualmente saborosa. 
No final decoro com bocadinhos de fruta.  

Ingredientes : abacate, morangos/ outras frutas, iogurte natural (eu usei açucarado) 






Há lá coisa melhor que o verão?

E sol, temperatura amena e esplanadas à beira mar? 


domingo, 26 de junho de 2016

Ah, dia bom!

O dia começou pessimamente com a bebé a adormecer já depois da uma da manhã com os pais quase a "lutarem" para ver qual deles podia dormir um pouco! O acordar foi com uma dor de cabeça profunda, que fazia avizinhar um domingo negro e, para ajudar, a mais velha estava com energia inesgotável e com o asneirómetro ligado. Tínhamos a casa um pouco (muito!) desarrumada e não nos apetecia sair assim, pelo que andamos a tentar arranjarmo-nos, arrumar e cuidar de duas crianças o mais rapidamente possível para aproveitar qualquer coisa do dia. Bom, só saímos de casa quase ao meio dia!!!  Mas depois tivemos uma reviravolta deliciosa. Conseguimos aproveitar um fantástico dia de piscina em casa da minha mãe. O tempo estava bom, a água também, a mais velha delirou e a mais nova colaborou com umas sestas dentro de casa. Divetimo-nos imenso, e principalmente conseguimos relaxar sem pensar em horários,  talvez como já não acontecia há muito tempo.

Foi tão bom e tão absorvente que nem me lembrei de tirar umas fotos!

sábado, 25 de junho de 2016

Fim de semana e ritmos diferentes

Ao fim de semana os ritmos são necessariamente diferentes. A mais velha e o pai em casa levam-nos a um bom passeio matinal a 4 até ao jardim ou junto ao mar. Depois chega a hora de almoço e eventual sesta das pequenas, pelo que metade da tarde é passada em actividades domésticas. Depois do lanche nova voltinha e mais tarde a rotina de banhos e jantar que é quase sempre caótico por causa das cólicas da bebé. Apesar de saber bem, ando com a clara sensação que não conseguimos aproveitar o tempo. A bebé não estando a dormir, está acordada e irritada ou quer mamar, o que faz com que eu esteja continuamente com as mãos ocupadas (ou com as mamas de fora)! Anseio pelos dias em que a bebé já se aguente acordada sem resmungar e que mame de forma mais espadada de forma a conseguir planear (e realizar) com mais facilidade algumas saídas para fora da nossa zona. 

sexta-feira, 24 de junho de 2016

São João, são João, dá cá um balão para eu brincar!

A festa ontem correu lindamente! Eu e a minha mãe adiantamos quase tudo durante a tarde e o marido conseguiu chegar às 18h a casa e assim tomou conta do grelhador! Até o são Pedro ajudou na festa de São João porque, depois de uma manhã fria e chuvosa, a tarde e noite estiveram mesmo boas! Fizemos tudo no terraço com decoração a preceito e às 19h já estavam cá todos.
Os miúdos correram, saltaram, dançaram e riram muito. Os graúdos conversaram, divertiram-se e comeram muito! A bebé fez o favor de estar acordada das 19h30 às 21h30 mas sem choro e quase sem cólicas! De qualquer maneira acabei por não aproveitar a 100% porque nessas 2h ela quis muita maminha e nos intervalos dava uma ajuda na orientação da comida, além disso mantive a pequena dentro de casa.

 Mas foi bom, muito bom ver a família junta e feliz! Só saímos do exterior já passava das 23h, quando foram todos dar uma volta à festa!

Depois é que foi pior porque a bebé decidiu estar acordada da meia noite quase até às 3h da manhã! Estamos  zombies  mas Satisfeitos! 

quinta-feira, 23 de junho de 2016

São João!

Este ano vou festejar o São João novamente cá em casa! 7 adultos e 7 crianças! E das 7 uma têm pouco mais de um mês! E tem cólicas e choro e irritabilidade há hora de jantar! Portanto só posso concluir que não régulo bem para me meter nisto!! Mas acredito que tudo se consegue e vai correr bem!!

Feliz São João!