sábado, 30 de abril de 2016

Brincarem sozinhos

A minha filha tem 3 anos e 2 meses, gosta muito de brincar, mas tem imensa dificuldade em brincar sozinha. Quando está sozinha são poucas as vezes que faz de conta que dá comida às bonecas, nem brinca com os carrinhos, nem com barriguitas, nem com nada. Olha para tudo, não pega em nada, e acaba por pedir para ver televisão. Na boa verdade ela só brinca quase se um de nós estivera a brincar com ela! Nós não nos importamos de brincar, e fazemos imensos jogos juntos, inventamos novas brincadeiras, mas gostávamos mesmo que ela tomasse a iniciativa de brincar, e que o fizesse autonomamente durante alguns períodos! Por exemplo com os legos: só pega neles se os fornos buscar, e depois só brinca com eles enquanto um de nós está lá. Com esta idade achei que ia haver mais faz de conta, mais brincadeira autónoma! Até porque fomos incentivando essa situação. Como é aí em casa? 

sexta-feira, 29 de abril de 2016

37 semanas

Está quase... Hoje consulta e a bebé está bem e recomenda-se! +\-2600g, de boa saúde e cheia de energia! Eu com 14,5kg em cima do lombo... Que havemos de fazer? Depois do parto há-de tudo sair!! 

Colo do útero fechado e inteiro, bom líquido amniótico, tudo apontando para que a bebé se aguente até depois das 39 semanas. 

Esta semana tive direito a uma virose malandra, ao aparecimento de uma hemorróida e, como não poderia deixar de ser, pés inchados, que quase me deixam sem calçado fechado! E quem olha nem nota que estão, mas claramente este kg destes 15 dias estão nos meus pés!! 

quarta-feira, 27 de abril de 2016

O medo do que se aproxima..

Ontem dei por mim a ficar com receio do que vem aí.. Receio dos dias no hospital, longe do marido e da minha menina, receio das dores que, inevitavelmente, vou ter, receio do cansaço, de ter ainda menos paciência para brincar com a mais velha... Olho para ela e vejo que de momento não consigo dar-lhe o que ela precisa em termos de companhia e entusiasmo para brincar. Não me apetece brincar ao faz de conta e ela pouco se distrai sozinha, o que dificulta a situação! Comecei a ficar com receios vários e ansiosa com o pouco tempo que falta. Eu sei que deve ser normal, mas só queria que esta sensação passasse e sentir-me entusiasmada e com força para enfrentar o que aí vem! 

E a sessão fotográfica que não me sai da cabeça.... Ainda vou ver se se consegue arranjar algo que encaixe nas nossas necessidades!

segunda-feira, 25 de abril de 2016

As sestas são a melhor coisinha que existe!

A pequena hoje já não teve febre e dormiu bem durante a noite o que finalmente nos deu uma noite de sono descansado. Eu também já estou melhor, sem febre e com menos tosse. Acordamos todos quase às nove da manhã, bem dispostos e felizes. Brincou, dentro de casa, toda a manhã, e os pais foram dar um passeio pequenino enquanto a avó ficou com ela. Depois do almoço pediu a chupeta, que tentamos que não saia da cama, e adormeceu sozinha na sua cama, coisa raríssima de acontecer. E nós? Pegamos num livro, e estamos sentados nos sofás do terraço a ouvir música relaxante e os passarinhos e a ler.  E estamos tão bem.... Finalmente a sentir-me a aproveitar estas últimas semanas de gravidez e o bom tempo recente. E assim evito pensar na próxima semana, ainda de semi clausura, com a miúda. Começa a ficar aborrecida de estar fechada em casa, e com razão! 

sábado, 23 de abril de 2016

Dias de clausura e desconforto

Sim, o sol chegou. Sim, nós não podemos sair de casa nem tão pouco aproveitar o espaço exterior. Eu estou desconfortável, de pingo no nariz, nariz entupido, a tomar paracetamol conforme as necessidades. Eu estou com 36 semanas de gravidez e cheia de medo que o raio desta virose prejudique a minha pequenina que cresce na minha barriga... Sinto-me desconfortável, preocupada, com vontade de apanhar ar, mas cansada e com necessidade de repouso. A minha filha mais velha está sem febre e, aparentemente, o antibiótico está a fazer efeito. Que bom. Mesmo. Menos uma preocupação. Mas ainda não pode sair de casa, nem pouco mais ou menos. Estamos as duas assim, em modo clausura. O meu marido vai adiantando coisas: montar o berço, lavar o carrinho de passeio, instalar o isofix da babycoque... Enfim. Não eram os planos que tínhamos para estes dias. 

Uma das coisas que me deixa triste, é que provavelmente já não irei fazer sessão de grávida, por contingências várias para além das doenças. Que esta pequenina que me cresce no ventre nasça bem, e mais nada interessa! 

Claro que a coisa não podia ficar por ali!

Hoje de manhã acordei com febre, pelo que neste momento estou na urgência... Aparentemente é uma virose e para já é só ben-u-ron para dentro... Este fim de gravidez está a ser um bocado atribulado... Só espero que a bebé esteja bem!! 

sexta-feira, 22 de abril de 2016

Desenvolvimentos

Ela sem febre o dia todo (graças a Deus ou melhor dizendo: graças ao antibiótico!), e eu a ficar adoentada... A sério... Isto veio numa altura complicada! Mas não se escolhe, certo? Andar pra frente e tratar. 

quinta-feira, 21 de abril de 2016

Gerir emoções

A miúda está doente, em casa toda esta semana (e na próxima) e eu, que só quero que ela esteja e fique bem, sinto-me exausta o tempo todo, sem paciência para negociar a toma da medicação, sem paciência para inventar joguinhos e brincadeiras que a mantenham dentro de casa bem disposta. E depois? Depois sinto-me super culpada por sentir constantemente que não tenho vontade de fazer algo que devia ser prazeroso! Isto de ser mãe, mulher, ser individual e também grávida é toda uma confusão de sentimentos terrível. 

Não está fácil...

A pequena piorou e regressamos à pediatra. Após um rx: pneumonia. Portanto muitos dias de antibiótico, clausura, descanso... Só espero que ela melhore rápido! 

quarta-feira, 20 de abril de 2016

E cá estamos, a criança continua doente...

Apesar de melhor da tosse e da febre, continua a ir aos 39 de temperatura a meio da tarde. Têm sido dias bem ocupados com ela, valendo-me a ajuda da minha mãe que passa por cá a dar uma mãozinha, e sempre é uma pessoa com quem gosto muito de estar por isso ajuda-me com a pequena e ainda me sabe bem como companhia! Hoje achei que a minha filha já não ía fazer febre, mas às 17h pimba, já passava dos 38º. Tinha-lhe visto 15 minutos antes porque a achei muito mole e nem 37 tinha! É vida, fazer a medicação, dar muito carinho e esperar que recupere rápido. 

Entretando o meu marido já trouxe o caixote com a roupa dos 3-6 meses e já coloquei a lavar. A partir desta idade só vou lavar quando atingir o patamar antes, ou seja: quando começar a usar 3-6 eu lavo a 6-9. Do 1º mês já está tudo pronto. Dos 1-3 meses está lavada mas não passada... e hoje também fomos buscar a alcofa do carrinho para lavar as forras, e agora só fica a faltar a babycoque. Mas com a mais velha em casa e doentinha pouco faço em cada dia.

segunda-feira, 18 de abril de 2016

Filhos doentes com mãe grávida

Tive de vir com a miuda à pediatra pois mesmo com medicação a febre não baixava. Resultado: uma provável virose, com bronquiolite, a fazer medicação e nebulizações, e uma mãe com quase 9 meses que não pode estar numa sala de espera com urgência de pediatria porque nunca se sabe que bichos aparecem! O marido hoje a trabalhar a mais de 100km, mas que já vem a caminho, a minha mãe com ela na sala a fazer a medicação! 

Miúda doente, mãe pouco contente!

Enfim... Foi uma noite de pouco descanso e muita agitação cá por casa. A febre das 2 da manhã demorou mais de 1h a ceder à medicação. Ela acordou bem disposta mas já com a febre a subir novamente, e passamos a manhã nisto: medicação, termómetro, desce febre, sobe a febre. Agora dorme repousada no sofá, que eu não consigo levá-la para a cama deitada no meu colo. Apetite só para fruta, água e pão. E é isso que come, e já é muito bom! Custa tanto ver os pequenos doentes... E eu aqui por casa e ainda tanta coisa para fazer! Mas nem consigo organizar-me pois custa-me deixá-la sozinha no sofá enquanto faço outras coisas... 

Febre a meio da noite... Não tinha saudades!

Este ano cá por casa estava a correr lindamente no que a bicharocos diz respeito. Na semana passada teve febre 1 dia, constipada, muito ranhito. Ontem começámos a achar que estava muito parada. Fomos ver 38,3. Agora passadas 6h da medicação, 38,8. Voltamos à dupla B&B (ben-u-ron e brufen). Novamente com mais tosse, mas desta vez acho que  o ouvido vai ser o verdadeiro culpado! 

sexta-feira, 15 de abril de 2016

Compras

Hoje, após mais uma consulta, aproveitei e fui fazer umas comprinhas. A verdade é que me perdi na Primark, coisa que não é nada normal em mim! Com aqueles preços e sabendo escolher as peças acaba por valer a pena e acho que fiz boas compras para a minha filha, mas para mim também!!


Pijamas fofinhos


A preparar o verão! 


Não resisti ao padrão e cores dos calções e as sapatilhas só espero que lhe sirvam!

E agora para mim





Novidades da Horta - 1

E menos de uma semana após a plantação, com dias completamente bipolares de chuva/sol/vento, eis que a nossa horta biológica começa a dar frutos!! Já vemos o primeiro morango a sério e as alfaces e brócolos começam a aparecer! 






quarta-feira, 13 de abril de 2016

Organizar gavetas

Que coisa mais fofinha!! A vontade que eu tinha de ter tudo arrumado.... Gosto desta organização (peças em pé, umas a seguir as outras) em vez de arrumar por montinhos pois assim sei sempre quantas peças ainda tenho para usar e mais facilmente se percebe quais são e como as conjugar. 


Aqui acabamos por não resistir ao cor de rosa e como aproveitamos praticamente tudo da mana, foi só lavar e guardar! Ainda falta outro tanto de roupa que está para passar a ferro!

Mala da bebé e os primeiros conjuntos

O tempo passa mesmo rápido e estou quase nas 35semanas. Não ter as coisas prontas estava a gerar-me alguma ansiedade, pelo que hoje, como a mais velha já foi para a escola e tinha as primeiras roupinhas da bebé todas lavadas, decidi fazer os conjuntinhos. Não compramos muitas coisas novas pelo que não fiquei com grandes dúvidas de quais seriam as primeiras roupas. Num instante tinha os conjuntos prontos, fraldas, manta, faltando-me só os produtos de higiene! Vou levar toalhetes mas já sei que nos primeiros tempos não os uso, pois com a minha outra filha usei maioritariamente a água lavante da uriage ou então água morna da torneira com compressas. 

Quanto à forma de dividir os conjuntos e separá-los optei por usar aqueles sacos de uma cor clara, transparente de forma a ver facilmente o conteúdo, que comprei a vulso e onde coube tudo na perfeição. Cada conjunto tem um body, umas calças/meia calça, uma fralda de pano, o conjunto exterior, e o gorro de algodão. O primeiro conjunto tem uma fralda para colocarem logo após nascer(estas primeiras são da Libero (2-5kg), compradas na farmácia, pois são mais pequenas que as da Dodot e são de excelente qualidade. Já as usei na minha primeira filha nos primeiros 15 dias e gostei muito). 

Esta sexta vou novamente ao médico e vou pedir a lista lá do hospital tanto da bebé como para a mãe para ver exactamente o que me falta. 




segunda-feira, 11 de abril de 2016

Ando mesmo a leste

Só agora me "caiu a ficha" que faço 35 semanas esta semana e não tenho malas feitas (nem planeadas), não tenho babycoque pronto (forras laçadas e montado) nem tão pouco o fui buscar à garagem... Nem a alcofa lavada e montada, nem a roupa da bebé pronta, nem comprei os produtos para mim (discos de amamentação e afins), nem para a bebé, nem cama de grades montada, nem berço.. Ou seja: basicamente não tenho mesmo rigorosamente nada feito, e agora com a mais velha doente em casa não estou a ver quando vou por as coisas prontas!! Devo entrar em modo pânico?! 

Muito feminina a minha filha, sem dúvida!

Hoje acabamos por sair um pouco decasa e rumamos à fnac (loja do demo!!) e depois de muita brincadeira com os legos, de ver livros e bonecos (oh pá, ela adora a fnac), finalmente viu algo que neste momento a atrai imenso: dinossauros! Sim, é mesmo isso! Mal viu os bonecos agarrou-se ao T-rex e disse que aquele era o mais forte (suponho que deva ter aprendido com os amiguinhos da escola...). Depois estivemos a ver o T-rex nos livros e acabamos por trazer um para casa. 


Algo me diz que vai ser a companhia dela para a escola nos próximos tempos (isto quando ela ficar bem de vez e puder ir!)

Segunda feira e criança doente

Hoje a mais velha ficou por casa: tosse, espirros, pingo, anda ali nos 37-37,5 de temperatura... enfim! Uma constipação é o que me parece mas fica de vigilância em casa. A verdade é que com 34 semanas de gravidez já me custa ficar o dia todinho com ela. Canso-me com alguma facilidade e tenho coisas para fazer para a mais nova, como lavar e arrumar coisas.
Espero que isto não dê em nada e ela amanhã esteja ok! Hoje de manhã dizia-me: mas eu quero ir para a escola, eu divirto-me muito na escola!

sábado, 9 de abril de 2016

Afinal não choveu por isso entramos em acção na horta!

Passamos a tarde no terraço a tratar da horta! Foi muito giro e ela adorou a actividade. Espalhar a terra, fazer os buracos para as sementes, regar, etc. Plantamos alface, cenouras, tomate, pimento, brócolos, louro, cebolinho, salsa e feijão! Claro que neste momento  praticamente só vemos terra, e algumas plantinhas pois não usamos só sementes. Agora é aguardar pacientemente e regar! 






A nossa horta!


Andamos há semanas a adiar o início da horta porque queríamos fazer ao fim de semana, os 3 juntos, e nesses dias tem estado sempre um tempo péssimo. Mas hoje decidimos parar de adiar e começamos o nosso projeto! Os morangueiros já estão prontos! E as floreiras são tão giras!  Com sorte na próxima semana fazemos o resto! 




sexta-feira, 8 de abril de 2016

Após a escola é hora de mais "faz de conta"

Hoje temos a Dra. S. a cuidar dos bebés!


O que faz ter tempo, sem relógios!

Hoje preparei um salame de chocolate (super saudável....) pois adoramos para acompanhar o café ao fim de semana e achei que valia a pena experimentar. Alterei a receita da Bimby ao meu jeito (como vou fazendo em muitas coisas) e parece-me que ficou delicioso! Além disso já adiantei o jantar, que será coxinhas de frango assadas com legumes (para além da sopa que fiz ontem à noite), que estão num tabuleiro no forno que será só ligar quando chegar a hora. Para preparar os legumes finalmente utilizei um daqueles utensílios de partir legumes com diferentes formas, que tinha comprado há uns meses, que estava a ver que nunca mais iria usar, e que depois de experimentar acho que vou usar 1500x no verão que se aproxima para as saladas que vou (voltar) a comer. 

Além disso já arrumei uma parte do armário das miúdas, e estou a terminar mais umas mudanças de gavetas para tornar tudo mais prático. Agora sim. Sei que ainda tenho muito para organizar, mas as coisas estão a andar. E estou determinada e dedicar-me à minha alimentação saudável equilibrada (com um docinho lá pelo meio)! 

 E daqui a pouco vou buscar a minha pequenita mais velha para passar tempo de qualidade com ela, com tudo já adiantado. Tão bom! 

Paranóias de organização

Eu, que até sou bastante desligada das coisas domésticas (ou achava eu que era), tenho uma mania que se tem vindo a acentuar com o passar do tempo e com a chegada das crianças, no que à organização do tratamento da roupa diz respeito. Ora a minha querida empregada vem cá passar a ferro e gasta quase 4h por semana a passar e bem precisa delas. Antes deixava-lhe ainda roupa para apanhar, mas fui-me apercebendo que ela via-se à rasca para fazer tudo porque realmente temos sempre muita roupa. E também porque comecei eu a apanhar a roupa e apercebi-me que perco muito tempo. E porquê não sou rápida numa tarefa tão básica como essa? Fácil. Porque eu não apanho a roupa para um cesto e pronto. Eu apanho, ponho do lado correcto para passar, dobro (a meio, ou em 4, e se for toalhas coloco logo como gosto de as guardar e o mesmo para os lençóis), separo por montinhos (a roupa dos adultos e da criança), dobro roupa interior (as meias... são o meu tormento), e isso demora. Mas também percebo que custa muito menos dobrar logo tudo, fica mais organizado para ela depois ser rápida a passar a ferro, permite-me guarda logo toda a roupa interior. Mais alguém que faz assim? É que uma grande parte das pessoas que eu conheço apanham a roupa e "atiram" para um cesto sem se preocuparem que estejam esticadinhas (é que depois é muito mais difícil de passar a ferro), nem dobradas. Ou estou a ficar tolinha de vez?

quinta-feira, 7 de abril de 2016

Eu pensava que era só ficar em casa

E rapidamente teria tudo feito... mas não... tenho tanto para fazer, ainda falta organizar taaannnnta coisa!! O problema é que ainda não me tinha dado conta de como estou limitada! Apanhar coisas do chão é um filme, quero caminhar e tenho a pequena a fazer acrobacias em cima da minha bexiga e a dar chutos no meu intestino, quero-me virar e a minha pélvis range e dói... enfim, tudo normalissimo, eu é que achei que ía chegar a esta fase cheia de energia e com capacidade para fazer tudo!! Iludida! É o que eu sou. Sempre positiva e a ver o copo meio cheio. Tudo se faz!

terça-feira, 5 de abril de 2016

Vale a pena!

Ir vê-la à natação! Ela adora água, está sempre feliz na piscina, quando me vê fica ainda mais sorridente! Nunca vou muito cedo para ela não se distrair, mas adoro o sorriso dela quando se apercebe que estou lá a olhar um bocadinho para ela. Nesta fase quem a veste são funcionárias da escola dela e esta modalidade funciona mesmo bem para mim! Eles levam, dão duche rápido, vestem e entregam aos pais ou levam de volta para a escola. Quando dá para ir buscar directamente à piscina, óptimo. Quando não dá, não há problema! É uma excelente forma de frequentar actividades extra curriculares. 

segunda-feira, 4 de abril de 2016

Dia bom!

Hoje foi um dia bom! Mesmo! Descansei, levei a pequena à escola um pouco mais tarde que o habitual, dei um jeitinho à casa e depois fui com a minha mãe ver algumas das coisas que me faziam falta para esta fase da minha vida. Foi um dia bom, calmo, sem stress de trânsito e montes de km de viagem, com tempo para pensar no que me falta fazer (socorro!! Falta-me fazer tudo!!) e organizar-me. Decididamente estava a precisar disto... Hoje só tive 3 contracções! 

domingo, 3 de abril de 2016

Ecografia e a cara da pequenina!

Sexta foi dia da ecografia das 33 semanas, e íamos convencíamos que, tal como na primeira filha, não íamos conseguir ver nenhuma das suas feições, nem ver nada em 4d. Mas esta pequenita, apesar de estar novamente em má posição para parto normal (by the way: já foi colocada de lado essa hipótese por vários factores conjugados), com a placenta à frente, deixou ver a carinha. E minha gente, vem aí uma cópia da mana mais velha! O que por inerência quer dizer que vem aí mais uma cópia do meu querido marido! E as expressões que ela fazia?! De rir! Mesmo igual à irmã quando amua...  Foi delicioso, ficamos derretidos, mas mais importante que tudo isso parece ser bem saudável, com o percentil abaixo do 50 (o que já seria de esperar porque os pais também não são grandes), mas peso e altura equilibrados. 

quinta-feira, 31 de março de 2016

Amanhã!

Ecografia importante, a última das completas, a possibilidade de lhe ver a carinha (não me parece que vamos ter sorte!), principalmente de saber se está tudo bem. Amanhã. Começa o descanso, merecido, digo eu! Estou desejosa por amanhã. Amanhã vou ouvir que já aumentei mais de peso que o que devia, mas ainda por cima em vésperas de consulta fico mais obstipada que o normal. A culpa é, claramente, da obstipação! 😉