terça-feira, 28 de junho de 2016

Dia mais calmo que ontem

Depois do péssimo final de tarde e noite de ontem, hoje optei por ficar mais por casa, não fui à piscina e estou a tentar relaxar e, principalmente, preparar-me para a noite que me espera. Nas sestas da bebé já arrumei umas gavetas de roupa e parte do armário e já tenho uma saca de roupa para dar. Estou desejosa de acabar de arrumar o resto do roupeiro e livrar-me do que já não gosto. É engraçado como fazer isto é terapêutico para mim! Sinto a sair um peso de cima de mim, espaço que se encontra ao eliminar o que estava lá a mais... Faz-me sentir mais livre e adoro ver armários bem arrumados!

Cansativo!

Depois de mais de uma hora com ela aos berros eis que esta noite decide comer a cada 2h ou menos! Estou Exausta! 

segunda-feira, 27 de junho de 2016

Dia duro (ou não)

Ontem não tiramos fotos mas hoje, sozinha, não escapou! 

Sobremesa/lanche bom e saudável: mousse de fruta

Esta mousse fi-la pela primeira vez há pouco tempo, mas cá por casa ficámos fãs. Para além de ser uma forma de comer fruta, e bastante nutritiva, com gordura boa vinda do abacate, é deliciosa! Normalmente faço só com morangos, mas como hoje tinha poucos também coloquei pêssego, daí a cor pouco intensa! Admito que com mais morangos fica mais bonita, apesar de esta estar igualmente saborosa. 
No final decoro com bocadinhos de fruta.  

Ingredientes : abacate, morangos/ outras frutas, iogurte natural (eu usei açucarado) 






Há lá coisa melhor que o verão?

E sol, temperatura amena e esplanadas à beira mar? 


domingo, 26 de junho de 2016

Ah, dia bom!

O dia começou pessimamente com a bebé a adormecer já depois da uma da manhã com os pais quase a "lutarem" para ver qual deles podia dormir um pouco! O acordar foi com uma dor de cabeça profunda, que fazia avizinhar um domingo negro e, para ajudar, a mais velha estava com energia inesgotável e com o asneirómetro ligado. Tínhamos a casa um pouco (muito!) desarrumada e não nos apetecia sair assim, pelo que andamos a tentar arranjarmo-nos, arrumar e cuidar de duas crianças o mais rapidamente possível para aproveitar qualquer coisa do dia. Bom, só saímos de casa quase ao meio dia!!!  Mas depois tivemos uma reviravolta deliciosa. Conseguimos aproveitar um fantástico dia de piscina em casa da minha mãe. O tempo estava bom, a água também, a mais velha delirou e a mais nova colaborou com umas sestas dentro de casa. Divetimo-nos imenso, e principalmente conseguimos relaxar sem pensar em horários,  talvez como já não acontecia há muito tempo.

Foi tão bom e tão absorvente que nem me lembrei de tirar umas fotos!

sábado, 25 de junho de 2016

Fim de semana e ritmos diferentes

Ao fim de semana os ritmos são necessariamente diferentes. A mais velha e o pai em casa levam-nos a um bom passeio matinal a 4 até ao jardim ou junto ao mar. Depois chega a hora de almoço e eventual sesta das pequenas, pelo que metade da tarde é passada em actividades domésticas. Depois do lanche nova voltinha e mais tarde a rotina de banhos e jantar que é quase sempre caótico por causa das cólicas da bebé. Apesar de saber bem, ando com a clara sensação que não conseguimos aproveitar o tempo. A bebé não estando a dormir, está acordada e irritada ou quer mamar, o que faz com que eu esteja continuamente com as mãos ocupadas (ou com as mamas de fora)! Anseio pelos dias em que a bebé já se aguente acordada sem resmungar e que mame de forma mais espadada de forma a conseguir planear (e realizar) com mais facilidade algumas saídas para fora da nossa zona. 

sexta-feira, 24 de junho de 2016

São João, são João, dá cá um balão para eu brincar!

A festa ontem correu lindamente! Eu e a minha mãe adiantamos quase tudo durante a tarde e o marido conseguiu chegar às 18h a casa e assim tomou conta do grelhador! Até o são Pedro ajudou na festa de São João porque, depois de uma manhã fria e chuvosa, a tarde e noite estiveram mesmo boas! Fizemos tudo no terraço com decoração a preceito e às 19h já estavam cá todos.
Os miúdos correram, saltaram, dançaram e riram muito. Os graúdos conversaram, divertiram-se e comeram muito! A bebé fez o favor de estar acordada das 19h30 às 21h30 mas sem choro e quase sem cólicas! De qualquer maneira acabei por não aproveitar a 100% porque nessas 2h ela quis muita maminha e nos intervalos dava uma ajuda na orientação da comida, além disso mantive a pequena dentro de casa.

 Mas foi bom, muito bom ver a família junta e feliz! Só saímos do exterior já passava das 23h, quando foram todos dar uma volta à festa!

Depois é que foi pior porque a bebé decidiu estar acordada da meia noite quase até às 3h da manhã! Estamos  zombies  mas Satisfeitos! 

quinta-feira, 23 de junho de 2016

São João!

Este ano vou festejar o São João novamente cá em casa! 7 adultos e 7 crianças! E das 7 uma têm pouco mais de um mês! E tem cólicas e choro e irritabilidade há hora de jantar! Portanto só posso concluir que não régulo bem para me meter nisto!! Mas acredito que tudo se consegue e vai correr bem!!

Feliz São João! 

quarta-feira, 22 de junho de 2016

Consulta revisão pós parto

Está tudo óptimo comigo, já só faltam 3kg para o peso pré gravidez, útero impecável e com sinal verde para todo o exercício, nomeadamente iniciar abdominais menos simples conforme tolerância e correr. A corrida fez-me falta e estou muito feliz por poder retomar ainda que gradualmente, sendo que o meu objectivo com a corrida é mesmo aliviar o stress e correr uns 45 minutos seguidos. Segunda faço 6 semanas e vou intensificar os treinos! 

A influência da nossa alimentação nas cólicas

Nisto das cólicas cada criança é diferente e cada pai aprende a lidar com isso de forma diferente. A meu ver, por mais que Haja factores extrinsecos a influenciar, a predisposição natural de cada organismo é que vai determinar se um bebé tem cólicas e qual a sua sensualidade às mesmas e aos alimentos que a mãe consome. 
Com a minha filha mais velha passei um tormento. Foram 4 meses de choro ao final do dia. Nunca notei que eu abusar ou não da alimentação fizesse qualquer tipo de diferença porque era sempre muito mau! 
Com esta acho que é um pouco diferente. Tenho sido mega cuidsdosa com o que ponho à boca e noto que, apesar de não resolver o problema (lá está, é a sua natureza que determina quais ter Cólicas!), mas diferença no grau de intensidade e duração da crise. 
Sábado tivemos um arraial e para não comer nada muito fora do meu normal, comecei por um caldo verde tendo-me esquecido completamente do efeito daquelas couves. Resultado : a miuda esteve super mal nesse final da tarde! ta
No domingo à tarde estivemos numa festa e eu tentei controlar e apesar de não ter comido chocolate provei uns rissoeis e comi um bolo com cantili já perto das 20h. Nesse dia ela esteve bem, mas no final de tarde a seguir foi um caos. Por isso ainda vou ter mais contenção do que como porque os bebés sofrem com as cólicas mas nós também!

terça-feira, 21 de junho de 2016

Exercício no pós parto

Nunca escondi que estava desejosa de retomar o exercício e a boa forma neste pós parto. Acho que está "ansiedade" decorre do facto de nos 4meses antes de engravidar ter reiniciado actividade física moderada e de ter retirado dessa experiência um enorme prazer. Tive necessidade de interromper o exercício pela história de gravidez de risco na gravidez anterior e, por isso, estava ainda mais desejosa de voltar. Durante toda a gravidez tive umas saudades imensas de canalizar as minhas energias para o exercício. Ao longo destas 5semanas do pós parto tenho vindo a investigar um pouco sobre as indicações e orientações de exercício físico nesta fase da vida da mulher e, aliando isso a conhecimento profissional e ao facto de me sentir lindamente, apesar de algum cansaço, retomei com calma o meu recondicionamento. Inicialmente só caminhadas e exercícios para o pavimento pélvico e coluna lombar que fui aumentado gradualmente e hoje fiz 30 minutos de bicicleta fixa, a um ritmo constante, sem grande carga e senti-me fantástica! Terminei com alguns exercícios para a região abdominal adequados a esta fase. Parece que pouco se está a fazer (como fiz cesariana tenho de ser muito criteriosa) mas a verdade é que ajuda a condicionar esta região sem esforçar a região da cicatriz operatória.

Sinto-me feliz e com o triplo da energia! 

segunda-feira, 20 de junho de 2016

Ai, coisa boa da mãe!

Hoje fez o primeiro sono da noite de 4h30!! E eu dormi 4h seguidas! Que feliz fiquei!!

Será?

As cólicas da mais nova têm nos atormentado um pouco cá por casa. Da primeira foi pior, mas desta também não estava a ser brilhante. Na consulta do 1o mês a médica aconselhou dar-lhe o Infacalm ou infacol. Como cá em Portugal existe o Infacalm, fomos comprar e experimentar antes do outro chegar de Inglaterra e a verdade é que passada menos de uma semana as coisas estão muito melhores! Ontem foi um dia completamente Atípico em que a bebé pouco chorou com cólicas ao final da tarde. Esteve acordada e, nuns momentos, um pouco mais agitada que o costume, mas sem aquele choro horrível e a ficar satisfeita com a mamã. Agora resta saber como será nos próximos dias!  

domingo, 19 de junho de 2016

O acordar de noite

Se não for de 2-2h ou menos e se a bebé não ficar acordada a seguir, a coisa  até se faz! O problema é quando ela acordar e só adormece 2h depois e quer estar sempre na mama! 

Festa de final de ano da mais velha

Foi espectacular! Foi bem organizada, divertida, entretida, com os miúdos super felizes e a fazer tudo impecávelmente bem feito! Foi o ano em que eles melhor fizeram as coisas, sempre com um sorriso desde os bebés até Aos maiores! A comida estava óptima e eu não fiz asneiras alimentares! Foi sem dúvida uma manhã cansativa mas que valeu a pena a 100%!! 

A mais nova  não apreciou o barulho e ainda teve de mamar umas 3-4 vezes numa manhã!! 

sexta-feira, 17 de junho de 2016

A minha filha está a crescer!

Recebeu o primeiro convite  para o aniversário de um amiguinho da escola! Quando lhe expliquei que ela ficava e nós teríamos de vir embora ela disse logo que não queria ir. Assim liguei à mãe do amigo a dizer que ela não iria. A mãe, que conheço pessoalmente da escola, disse logo que gostava muito que ela, e portanto nós também, fosse ao aniversário e que era perfeitamente normal que ela com a idade que tem não quisesse ficar. Ainda por cima o aniversário será no jardim dos apartamento, com espaço para todos e vai estar bom tempo. Assim no fim de semana temos a nossa primeira festa de aniversário de um amigo da escola da mais velha! Agora a grande questão: o que gostam os miúdos de 4 anos?  E quanto é razoável gastar numa prendinha? Eu acho que ele gosta do Jake, patrulha pata e não sei mais...

Consulta 1 mês!

Está boa e recomenda-se! Tem crescido bem e claramente adora mamar! Está (acho eu) num novo pico de crescimento e há 2 noites que mama a caDa 2h. A experiência de amamentação está, sem dúvida, a ser muito melhor nesta segunda, apesar de as coisas ainda não serem muito certas. Continua com cólicas que nos estragam a hora de jantar e deitar e a médica ontem já aconselhou o infacalm, que já compramos! Agora é contar que tudo fique mais normal e que permita desenvolver novas rotinas que envolvam toda a família de forma harmoniosa. 

quarta-feira, 15 de junho de 2016

Não me livro das cólicas!

A bebé é realmente mais calma que a mana mas tem cólicas como a minha primeira filha! O final da tarde até às 23h são um suplício. Choraminga, estica-se toda, quer mamar a cada 10 minutos, adormece e acorda logo a seguir com choro desesperado. É cansativo principalmente porque apanha a hora de jantar, de estarmos calmamente em família, de brincarmos com a mais velha que acaba por nem sempre ter a atenção que gostávamos! Eu sei que é transitório e que as cólicas passam, mas não deixa de ser cansativo! 

O que vale é que o primeiro sono da noite ela já dorme 4h seguidas que me permite um sono de 3h30. Já é muito bom. Em compensação, esta noite depois deste primeiro sono pouco mais dormiu! 

terça-feira, 14 de junho de 2016

Inevitável comparar

Se há coisa que esta bebé é diferente da mana é nos sonos. A minha filha mais velha quase não dormia. De dia e de noite. Fazia sonos de 15-20 minutos. Era um desespero. Eu não podia programar fazer nada num sono dela pois ela logo acordava. Eram raras as vezes em que dormia um sono longo e quando o fazia acabava por ser sempre inesperado e eu não começava a fazer nada porque sabia que ia ser interrompida! Esta pequenita não é assim. De dia ela dorme pelo menos duas sestas boas de 2-3h, o que me permite fazer coisas. Hoje tinha uma série de documentação pendente para tratar e, chegou a hora da sesta, já estou a adiantar coisas. Espero que esta rapariga mantenha este padrão de duas boas sestas de dia de forma a eu poder tratar das minhas coisas e "ter vida"!

segunda-feira, 13 de junho de 2016

Do peso pós parto - 2

E 4 semanas após a cesariana já tenho menos 10kg! Oba!! Só faltam 4! a barriga também já tem melhor aspecto. Claro que continua um pouco dilatada e flácida, mas pelo menos já não é algo que se note quando estou vestida. Assim chego à conclusão que a fórmula

cansaço + amamentar + alimentação cuidada (quase sem prevaricações) + caminhadas e uma filha de 3 anos = perda de peso 

sem grande esforço!
Não me posso esquecer que antes de ter começado a fazer exercício em Maio de 2015 eu estava com o peso que estou agora! Com o exercicio perdi uns 4kg que era como eu estava quando engravidei, e ainda tinha 2-3kg para perder. Assim faltam-me 4 para o peso pré gravídico mas 6-7 para o que eu considero o meu ideal. E para já nem falo em tónus muscular que é para não desmoralizar!

A mana mais velha

Adora a bebé. É a primeira coisa que pergunta se a vou buscar à escola sozinha: e a mana? Chega e dá beijinhos, abraços, pede para a fotografarmos com a bebé, etc. Mas, nos últimos dias anda mais birrenta: choraminga à menor contrariedade, desobedecer bastante principalmente se tiver sono, amua. Enfim tudo coisas que nesta fase devem ser normais mas que acabam por cansar tendo em conta o défice de descanso que aqui anda! Temos tentado ter paciência e ser firmes em determinadas coisas. Só espero que ela melhore! 

Progressos!

Há 3 noites que o primeiro sono da noite da bebé já dura 4h. Nem imaginam A diferença que isso faz para nós em termos de sono! Ela tem adormecido por volta das 22H o que permite que nós nos deitemos às 22h30 e que consigamos dormir um sono de mais de 3hseguidas! Fico logo regenerada à primeira!!!

sexta-feira, 10 de junho de 2016

E como têm sido as noites?

Pois, nem sei se vale a pena falar! Ontem má noite, hoje má noite! Estou acordada há 2h30. Mamou. Não adormeceu logo. Resmungou. Colo. Adormeceu. Cama. Resmungou. Colo. Acordada. Cocó....enfim... E Continua! 

quinta-feira, 9 de junho de 2016

Almoço de hoje

A minha primeira vez no Go Natural! Gostei! 
Salada de frango, abacaxi e amêndoa com molho de iogurte, com sopa de entrada é limonada com gengibre e sem açúcar 


Memória de elefante

Há coisa de 4 meses fomos ao teatro com a mais velha pela primeira vez (pela escola já tinha ido muitas...). Claro que  não achei que ela conseguisse evocar um.a actividade que realizamos há tanto tempo! Suponho que 4 meses para uma criança de 3 anos e 3 meses seja muito tempo. Hoje a caminho da escola começou a falar dos 3 porquinhos e como eles faziam determinadas coisas que não entram na história original.

- filha, onde ouviste essa história? 
- quando fui ao teatro contigo ver os 3 porquinhos!
- tu lembraste desse dia? 
- sim! Fui contigo e com o papá! E estava lá o Henrique da escola! 

Pronto. Está comprovado que já Retém as experiências! 

Esta rapariga lembra-se de cada uma!!

A caminho da escola no nosso percurso pedonal de 20min, vindo do nada:

- mamã, porque é que o xixi é quente? 

(Oi?!) 😳

Bem, lá expliquei, perguntei-lhe se compreendeu e que me explicasse de volta. Não sei se terá percebido a 100% mas fiz o meu trabalho! 

quarta-feira, 8 de junho de 2016

Mudanças

Apesar de estar em licença de maternidade estou também em fase de mudança de emprego. Já era expectável que acontecesse e proporcionou-se ser nesta fase. Para além dos quilos de burocracia que tenho de tratar ainda este mês, com estas mudanças surgiram algumas questões na minha vida, nomeadamente prescindir de alguns trabalhos por conta própria que fazia. Estou decidida que nesta fase também quero mais tempo para mim e minha família e isso implica necessariamente evitar trabalhar para além das 40h semanais. Durante muito anos trabalhei bem mais horas que isso, encaixava mais algum dinheiro, que bem jeito dá, mas que me obrigava a estar fora de casa ao final do dia, mais vezes do que o que neste momento consigo tolerar. Sinto uma necessidade visceral de me dedicar aos meus e, podendo, viver sem o dinheiro extra. Além disso não tenho quem fique com 2 crianças pequenas ao final do dia... Acabei de fazer um telefonema que terminou uma das minhas fontes de rendimento extra. Não foi só pela questão do tempo, outras questões também se levantaram, nomeadamente algum grau de incompatibilidade com o meu novo trabalho. Custou-me quebrar este elo de ligação pois já vão vários anos, e foi um telefonema difícil de fazer. Agora estou num misto de alívio e ansiedade pois não sei até que ponto foi a decisão mais correcta da minha parte.

Amamentação e dependência a 100%

Estamos nesta fase: tanto mama a cada 3h como só aguenta 1h30, como se estiver com cólicas não quer sair da mama. Não é fácil, é cansativo, dá-me muitas vezes a sensação que não consigo fazer mesmo mais nada a não ser dar de mamar e como eu tenho sempre muitos projectos em mente de como ocupar o tempo, sentir que não tenho tempo nenhum, não me agrada. há algumas técnicas que tenho usado para não me sentir assoberbada:

 - Tomo sempre banho bem cedo de manhã, enquanto o meu marido ainda está em casa, para que se ela começar a chorar haja alguém para pegar na rapariga.

 - Dada a imprevisibilidade das mamadas tenho-me mantido perto da zona da minha casa. Dou caminhadas e se ela começa a chorar vou para casa. Nesta fase nem sempre dar de mamar fora de casa é pratico porque tenho (quase sempre) de mudar a fralda, depois ela mama e parece que fica satisfeita mas passados 5 minutos quer mais, e repete isto várias vezes, chegando a estar quase 45 minutos a dar de mamar, pelo que dar de mamar fora de casa: nem sempre é fácil!

 - Quando faço o meu almoço tento adiantar logo o jantar e num dos sonos deixo a sopa pronta. até porque a mais pequena depois chega a casa lá pelas 18 e as cólicas começam lá pelas 19h, hora a que devia estar a dar banhos e fazer o jantar e não é possível.

 - Tento fazer listas de pequenas tarefas que tenho mesmo de fazer (tenho muita burocracia a tratar por questões profissionais)

 - Tenho tentado baixar as expectativas: ir dar a minha caminhada matinal e tomar o meu café tem sido prioridade para a minha sanidade mental, e adio outras coisas para manter este ritual! O sono da manhã costuma ser o maior, pelo que tenho de o aproveitar.

 - Tenho recorrido à minha mãe sempre que preciso de mais alguma ajuda, principalmente quando ela não descansa e eu tenho de fazer alguma coisa cá em casa. Mas tenho feito questão de ser eu a tratar da comida e da roupa (excepto passar!).

E é isto. Parece pouco mas a pequena só nasceu há 3 semanas e pouco e não posso querer conseguir fazer muito mais. Mesmo assim, tenho algumas coisas pendentes!

Almoço de hoje

Mantemos a linha saudável e de aproveitamento! Ontem sobrou salmão feito ao vapor que acabou por ser o almoço de hoje. Salada com salmão e pão de centeio a acompanhar. Morangos de sobremesa.